Crianças já podem ser imunizadas contra a Pólio e o Sarampo; confira os locais de vacinação

A expectativa é vacinar 109.439 crianças, com idades entre 1 e de 5 anos em Belo Horizonte. (Tomaz Silva/Agência Brasil)

A partir de hoje (6), crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 devem ser levadas aos postos de saúde para receber a dose contra a pólio e também contra o sarampo. O Dia D de mobilização nacional foi agendado para 18 deste mês, um sábado, mas a campanha segue até 31 de agosto. A meta do governo federal é imunizar 11,2 milhões de crianças e atingir o marco de 95% de cobertura vacinal nessa faixa etária, conforme recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Este ano, a vacinação será feita de forma indiscriminada, ou seja, pretende imunizar todas as crianças na faixa etária estabelecida. Isso significa que mesmo as que já estão com esquema vacinal completo devem ser levadas aos postos de saúde para receber mais um reforço. No caso da pólio, crianças que não tomaram nenhuma dose ao longo da vida devem receber a VIP. As que já tomaram uma ou mais doses devem receber a VOP. E, para o sarampo, todas devem receber uma dose da Tríplice Viral – desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Belo Horizonte

A expectativa da Prefeitura é vacinar 109.439 crianças, com idades entre 1 e de 5 anos. É muito importante que pais e/ou responsáveis levem a caderneta de vacinação, para que a situação vacinal da criança seja analisada e sejam aplicadas as doses necessárias. As vacinas estão disponíveis em todos os centros de saúde da Regionais Venda Nova e Norte, confira a os endereços na tabela abaixo.

Sarampo

A doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, é transmitida pela fala, tosse e o espirro, e extremamente contagiosa, mas pode ser prevenida pela vacina. Pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. As complicações infecciosas contribuem para a gravidade do quadro, particularmente em crianças desnutridas e menores de 1 ano. Em algumas partes do mundo, a doença é uma das principais causas de morbimortalidade entre crianças menores de 5 anos.

Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) o certificado de eliminação da circulação do vírus. Atualmente, entretanto, o país enfrenta surtos de sarampo em Roraima e no Amazonas, além de casos já identificados em São Paulo, no Rio Grande do Sul, em Rondônia e no Rio de Janeiro.

Pólio

Causada por um vírus que vive no intestino, o poliovírus, a poliomielite geralmente atinge crianças com menos de 4 anos de idade, mas também pode contaminar adultos. A maior parte das infecções apresenta poucos sintomas, e há semelhanças com infecções respiratórias – como febre e dor de garganta – e gastrointestinais – como náusea, vômito e prisão de ventre.

Cerca de 1% dos infectados pelo vírus desenvolve a forma paralítica da doença, que pode causar sequelas permanentes, insuficiência respiratória e, em alguns casos, levar à morte.

Dúvidas

Veja a seguir algumas das principais perguntas e respostas relacionadas à campanha, com base em informações divulgadas pelo Ministério da Saúde:

Quando e onde ocorre a campanha?

Entre 6 e 31 de agosto, com o Dia D agendado para 18 de agosto, em postos de saúde de todo o país.

Qual o foco da campanha?

Crianças com idade entre 1 ano e 5 anos incompletos (4 anos e 11 meses).

Crianças que já foram vacinadas anteriormente devem ser levadas aos postos?

Sim. Todas as crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos devem comparecer aos postos. Quem estiver com o esquema vacinal incompleto receberá as doses necessárias para atualização e quem estiver com o esquema vacinal completo receberá outro reforço.

Qual a vacina usada contra a pólio?

Crianças que nunca foram imunizadas contra a pólio vão receber a Vacina Inativada Poliomielite (VIP), na forma injetável. Crianças que já receberam uma ou mais doses contra a pólio vão receber a Vacina Oral Poliomielite (VOP), na forma de gotinha.

Qual a vacina usada contra o sarampo?

A vacina contra o sarampo usada na campanha é a Tríplice Viral, que protege também contra a rubéola e a caxumba. Todas as crianças na faixa etária estabelecida vão receber uma dose da Tríplice Viral, independentemente de sua situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Adultos participam da campanha?

Não. A campanha tem como foco crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos.

Mesmo não sendo foco da campanha, adultos precisam de alguma das duas doses?

Sim. Conforme previsto no Calendário Nacional de Vacinação, adultos com até 29 anos que não tiverem completado o esquema na infância devem receber duas doses da Tríplice Viral e adultos com idade entre 30 e 49 anos devem receber uma dose da Tríplice Viral. O adulto que não souber sua situação vacinal deve procurar o posto de saúde mais próximo para tomar as doses previstas para sua faixa etária.

Centros de Saúde Regional  Venda Nova
Nomes Endereço
Centro de Saúde Andradas Rua Mariana Amélia de Azevedo, 21, São João Batista
Centro de Saúde Céu Azul Rua Alice Marques, 187, Céu Azul
Centro de Saúde Jardim Europa Rua Edimburgo, 140, Jardim Europa
Centro de Saúde Lagoa Rua José Sabino Maciel, 176, Lagoa
Centro de Saúde Mantiqueira Rua Maria Luiza Lara, s/nº, Mantiqueira
Centro de Saúde Minas Caixa Rua Capitão Sérgio Pires, 226, Minas Caixa
Centro de Saúde Nova York Rua Wilton Marques Pereira, 10, Nova York
Centro de Saúde Santa Mônica Rua dos Canoeiros, 320, Santa Mônica
Centro de Saúde Serra Verde Rua Guido Leão, 10, Serra Verde
Centro de Saúde Venda Nova Rua João Ferreira da Silva, 248, Paraúna
Centro de Saúde Rio Branco Rua Jovino Coelho Júnior, 45, Rio Branco
Centro de Convivência de Venda Nova Rua Expedicionário Américo Fernandes, 116, São João Batista
Centro de Saúde Copacabana Rua Londres, 214 Copacabana
Centro de Saúde Jardim Leblon Rua Humberto Campos, 581 – Jardim Leblon
Centro de Saúde Jardim dos Comerciários Rua Duzentos e Trinta e Oito, 96 – Jardim dos Comerciários
Centro de Saúde Piratininga Rua Norma, 22 Novo Santa Mônica
Centro de Saúde Santo Antônio Rua Irineu Pinto, 255 – São João Batista
Centro de Saúde Santa Mônica II Rua  Ministro Oliveira Salazar, 1.259 – Santa Mônica
Centros de Saúde Regional Norte
Nomes Endereço
Centro de Saúde Aarão Reis Rua Oliveira Fortes, 40, Aarão Reis
Centro de Saúde Campo Alegre Rua Osório Duque Estrada, 491, Campo Alegre
Centro de Saúde Etelvina Carneiro Rua Mar de Rosas, 140, Etelvina Carneiro
Centro de Saúde Floramar I Av. Joaquim Clemente, 381, Floramar
Centro de Saúde Jardim Guanabara Rua Fanny Martins de Barros, 71, Jardim Guanabara
Centro de Saúde Guarani Rua Pacaembu, 160, Guarani
Centro de Saúde Heliópolis Rua dos Beneditinos, 120, Heliópolis
Centro de Saúde Jaqueline Rua Agenor de Paulo Estrela, 200, Jaqueline
Centro de Saúde Jaqueline 2 Rua João Pereira, 50 Jaqueline
Centro de Saúde Jardim Felicidade Rua 28, 32 – Jardim Felicidade
Centro de Saúde Jardim Felicidade 2 Rua Pau Brasil, 160 – Solimões
Centro de Saúde MG 20 – Monte Azul Rua Areia Branca, 171, Ribeiro de Abreu
Centro de Saúde Primeiro de Maio Rua Volts, 81, Primeiro de Maio
Centro de Saúde Providência Rua São Sebastião, 30, Providência
Centro de Saúde São Bernardo Rua Vasco da Gama, 334, São Bernardo
Centro de Saúde São Tomás Rua Santa Rosa, 54, São Tomás
Centro de Saúde Tupi Rua Ari Barroso, 150, Tupi
Centro de Saúde Novo Aarão Reis Rua Um, 200, Novo Aarão Reis
Centro de Saúde Lajedo Rua Pintor Ruguendes, 30, Lajedo
Centro de Saúde Zilah Spósito Rua Coquilhos, 75, Zilah Spósito

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here