Pesquisa DataTempo mostra possíveis eleições de Dilma e Carlos Viana

Se as eleições fossem hoje, Dilma Rousseff (PT) e Carlos Viana (PHS) seriam os dois novos senadores mineiros em Brasília. É o que aponta a pesquisa DataTempo/CP2. O levantamento mostra, porém, que Rodrigo Pacheco (DEM) estaria empatado tecnicamente com o segundo colocado, podendo também ficar com a vaga.

Liderando o levantamento, a ex-presidente da República oscilou 2,1 pontos para baixo em relação ao levantamento anterior, publicado no dia 19 de setembro. Com isso, Dilma agora tem 25,8% das intenções de voto, considerando-se a soma das preferências por ela para as duas vagas em disputa. Em segundo lugar, Carlos Viana registrou 17,8% na pesquisa, tendo crescido 4,5 pontos percentuais. Com isso, ele se manteve numericamente à frente de Rodrigo Pacheco (DEM), que foi de 8% para 14,7%. Com a margem de erro, Viana teria entre 15,5% e 19,1%. Enquanto isso, Pacheco ficaria entre 12,4% e 17%.

Na sequência do levantamento aparece Fábio Cherem (PDT), com 10,3%. Ele está empatado tecnicamente com Pacheco e também com Dinis Pinheiro (SD), que pontuou com 9,7% noDataTempo/CP2.

Rodrigo Paiva (Novo) vem logo atrás, com 7,2% das intenções de voto, seguido de Miguel Corrêa (PT), que tem 5,2%. Praticamente com o mesmo percentual está Coronel Lacerda (PPL), que registrou 5,1%. Bispo Damasceno, também do PPL, tem 4,4%, enquanto Professor Tulio Lopes (PCB) alcança 2,9%. A lista prossegue com Vanessa Portugal (PSTU), que tem 2,6%, Duda Salabert (PSOL), com 1,6%, e Edson André (Avante), com 1,4%. Nas duas últimas posições, com 1,1% estão Ana Alvaes (PCO) e Kaká Menezes (Rede).

Os eleitores que pretendem votar em branco ou nulo para o Senado são 19,1%. Os que não souberam ou não responderam são 13,6%.

Rejeição

Os dois petistas que concorrem ao Senado lideram o ranking da rejeição, de acordo com o DataTempo/CP2. A ex-presidente não receberia, em nenhuma hipótese, o voto de 20,9% dos eleitores mineiros. Já o deputado federal Miguel Corrêa é rejeitado por 6,8% dos entrevistados no Estado.

O ranking da rejeição prossegue com Bispo Damasceno em terceiro, sem chance de receber o voto de 5,9% dos mineiros, e Vanessa Portugal, com 5,2% de rejeição. O candidato menos rejeitado é o jornalista Carlos Viana, citado por apenas 2,4% dos eleitores.

Dados

O DataTempo/CP2 ouviu 1.800 eleitores em 68 municípios entre os dia 30 de setembro e 2 de outubro. A margem de erro do estudo é de 2,3 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no TSE sob o protocolo BR-08445/2018 e TRE-MG-07513/2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here