População comemora tratamento asfáltico em várias ruas

As obras foram iniciadas em junho deste ano e irão contemplar ao todo cerca de 6,5 km de vias na regional (Fotos: Divulgação PBH)

Redação Vetor Norte online

Diversas vias, que atualmente são de terra, vão receber uma camada de asfalto que trará maior comodidade, segurança e facilidade no transporte dos moradores da região Norte da capital. Esse tipo de técnica está sendo executada pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura. As obras foram iniciadas em junho deste ano e irão contemplar ao todo cerca de 6,5 km de vias.

Atualmente três vias estão recebendo os serviços: rua Ipê Rosa Claro, em 250 metros de via; rua Joaquim Clemente, em 360 metros; e a rua dos Bacuraus, onde já houve tratamento asfáltico em 150 metros e ainda será feito o acabamento da via com meio fio e passeio.

Os serviços na rua dos Bacuraus contemplam também a construção de uma escada que liga um trecho sem saída da via com a avenida Cristiano Machado, revitalização de 4 praças, limpeza do canal que passa pela via, capina e podas de árvores.

O tratamento asfáltico reaproveita asfalto já utilizado e fresado, que seria descartado, permitindo melhorar as condições de vias que até então eram de terra a um custo de aproximadamente 30% do asfaltamento comum. “A Regional Norte tem muitas vias não urbanizadas e essa é uma forma viável de melhorar a condição de vida de muitas pessoas. Com isso, otimizamos o recurso disponível e ainda diminuímos o impacto ambiental, pois o material utilizado seria simplesmente jogado fora”, avalia o gerente regional de Infraestrutura Urbana da Regional Norte, Marcelo de Camargos, responsável pelas obras.

As melhorias nas ruas da Regional Norte são um pedido antigo da comunidade e os benefícios das intervenções já são sentidos pelos moradores. “Depois que asfaltou, tem muita gente passando por aqui. A rua mais movimentada dá mais segurança, tem crianças brincando, andando de bicicleta… Melhorou bastante!”, conta Glória Maria, 52, moradora da rua dos Bacuraus há 23 anos.

O tratamento asfáltico em vias ainda não pavimentadas contribui também para os comerciantes da região. É o que conta a empresária Eny Gonçalves, 36, dona de um salão de beleza da região. “Antes, meu salão enchia de poeira. O benefício de não ter a poeira é ótimo. Em época de chuva as clientes vinham fazer as unhas e já saiam com o pé cheio de barro. Não ter mais isso é ótimo”, diz a empresária.

A maior parte dos serviços será concluída ainda neste ano, mas o trabalho continuará até 2019. O investimento total é de aproximadamente R$ 2 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here