Secretaria Municipal de Saúde incentiva o uso consciente de antibióticos

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), promove no mês de novembro ações para conscientização na prescrição e uso dos antibióticos. A ação é voltada para profissionais que fazem a prescrição dos medicamentos, farmácias e drogarias e também pacientes. A imprensa poderá acompanhar uma ação em drogaria nesta segunda-feira, dia 19, a partir das 9h30. Os fiscais da Vigilância Sanitária estarão na Droga Clara (avenida Afonso Pena, 550).

Durante esse mês, será intensificada a fiscalização nas drogarias e farmácias de manipulação, com aplicação de roteiro específico e de questionário a ser respondido pelos farmacêuticos, com objetivo de fazer um diagnóstico em relação à prescrição e dispensação desses medicamentos, bem como a prática da atenção farmacêutica. Médicos e outros profissionais de saúde também serão alertados sobre a necessidade de repassarem aos pacientes a orientação sobre a forma correta de uso de antibióticos.

A ação prevê ainda atividades para chamar a atenção da população para o uso racional e responsável desses medicamentos, bem como para os perigos do uso indevido, que podem levar ao aparecimento das chamadas “superbactérias” no organismo, que se tornam resistentes até mesmo aos antibióticos mais potentes. Essas ações serão realizadas por meio de distribuição de material informativo e aplicação de questionário para farmacêuticos. O trabalho será estendido também aos hospitais, UPAS e Unidades de Saúde da capital.

O objetivo é elaborar diagnóstico situacional e identificar as necessidades de análise da Vigilância Sanitária (VISA) relacionadas à resistência aos antimicrobianos no município tanto na rede como no setor privado, e ainda promover redução de erros no receituário estimulando a dispensação correta de antimicrobianos pelas drogarias, farmácias, serviços de saúde em geral.

Alerta para a população

Antes de tomar qualquer medicação, é importante que as pessoas busquem orientação de um profissional de saúde habilitado. Isso garantirá não só que os pacientes tenham o tratamento adequado, mas também que façam uso responsável de antibióticos, o que ajudará a reduzir os problemas relacionados ao consumo deste tipo de medicação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here